O Cyber Brasileiro Morreu. Viva o Cyber Brasileiro! – Palestra

Acabei passando batido e esqueci de publicar a minha palestra ‘O Cyber Brasileiro Morreu. Viva o Cyber Brasileiro!’ que apresentei em agosto deste ano no FIND – Fórum Internacional de Design e Tecnologia Digital, no Rio de Janeiro. Na minha palestra, tento apontar por que o Brasil vem se saindo tão mal nas premiações da categoria cyber nos festivais de publicidade internacionais, em especial Cannes, onde este ano o país inteiro um único e pífio leão de bronze (em 2007 foram 9). Será que é um problema do país? Ou será um problema da categoria cyber?

Leia Mais

APADi lança seu Manual de Serviços Digitais e mercado passa a ter balizador de preços

Aos poucos, tijolo sobre tijolo, o trabalho da Associação Brasileira de Agências Digitais (ABRADi) vem sendo construído e estabelecendo conquistas importantíssimas para o mercado digital brasileiro. O ‘aos poucos’ não é uma crítica. Ao contrário, é uma constatação da dificuldade que é organizar tamanho grupo de empresas e profissionais em um país da extensão do Brasil, vista pelos olhos de quem acompanha e apoia este tipo de iniciativas desde os primórdios da Web comercial brasileira, como eu próprio pude constatar nos idos anos da PROMIT (Associação Nacional dos Profissionais de Mídias Interativas) da qual fui fundador e gestor no final dos anos 90, e mais recentemente acompanhando a própria formação da ABRADi.

Esta semana, a APADi (regional paulista da associação) lançou o Manual de Serviços Digitais, um documento de 15 páginas oferecendo informações gerais sobre serviços digitais com tabelas-referência de preços para os tipos de serviço mais prestados, como criação e produção de sites, campanhas e redes sociais.

O documento traz valores mais próximos da realidade do mercado paulista e, como qualquer tabela, não é para ser tomado ao pé da letra, mas oferece ao mercado, clientes e fornecedores, um guia importante para orientar a prática comercial.

No ano passado, a mesma APADi ofereceu para o mercado o Documento de Concorrência e Avaliação, que “reúne dicas práticas sobre como contratar a melhor agência digital para suas ações de Comunicação.”, segundo o site da associação.

Os dois documentos são itens indispensáveis na biblioteca de qualquer empresa atuante neste mercado, seja cliente ou fornecedor.

Site Manual de Serviços Digitais [Clique aqui pra baixar o PDF]
Site Concorrência Digital [Clique aqui pra baixar o PDF]

Leia Mais

Reinventar uma agência nao é copiar outras agências

Muito legal o post da Patrícia Marinho no BlueBus sobre a questão da reinvenção das agências. Concordo totalmente, vale a pena ler.

#NBC2010 Reinventar uma agência nao é copiar outras agências 18:29
O último evento no NBC 2010 foi o debate sobre Agências em Transformaçao. No palco, Robert Riccardi e Gareth Kay, da Goodby, Guga Ketzer, da Loducca, e Carlos Eyer, da Santa Clara, e Marcelo Queiroz como moderador. Todos em geral tinham opinioes semelhantes sobre os temas propostos – para onde estao indo as agências, a funçao dos prêmios e a importância da colaboracao. Foi consenso que nao existe uma única verdade sobre a evoluçao do mercado. Mais cedo, a Goodby tinha reconhecido que mudou por medo. E mudou rápido – em apenas 2 anos. Por perceber o efeito que a Crispin teve no mercado e ver que nao seriam capazes de criar os mesmos tipos de soluçoes que a Crispin passou a oferecer. Ou seja, a Goodby mudou porque corria o risco de se tornar irrelevante. 14/09 Patricia Marinho

O cenário mudou, temos novas mídias, as linhas de on e off estao sumindo… Sem dúvida as agências precisam se reinventar. Mas a velocidade e a direçao da mudança variam em funcao da fisolofia da agência, independente do seu tamanho ou da sua origem. O certo seria identificar: no que aquele conjunto de pessoas que trabalha junto acredita? No que ele é realmente bom? A partir daí trabalha-se na busca do modelo que funciona, sem copiar outras agências que nao têm as mesmas pessoas, e busca-se parceiros certos para completar a agência nos serviços que ela nao consegue oferecer. Isso tudo sem esquecer de que a discussao do modelo é apenas um meio para se buscar as melhores ideias, as que têm força suficiente para serem mais do que um filme e sim um case criativo que se torne parte da cultura que gere vendas. 14/09 Patricia Marinho

Leia Mais

JAC Motors escolhe Ogilvy Brasil: documentário da viagem Santiago – São Paulo

Fresquinha, direto do site do Clube de Criação de São Paulo, a novidade: A JAC Motors escolheu a Ogilvy Brasil como agência de publicidade.

Copy+paste da notícia:

Ogilvy tem novidade na carteira

A montadora chinesa JAC Motors, que chega ao Brasil por meio de Sérgio Habib, presidente do grupo SHC, acaba de escolher a Ogilvy como agência de publicidade, depois de finalizado processo de concorrência.

Y&R, Talent e DM9DDB também participaram da disputa.

Em outubro, serão apresentados os modelos J3, J3 sedã, J3 Sport, J6 e J5 no Salão do Automóvel, em São Paulo. A primeira campanha da Ogilvy para o anunciante está prevista para o início de 2011.

A verba anual de marketing da JAC Motors é de R$ 70 milhões.

A Ogilvy informa que, em abril, seis de seus principais executivos viajaram ao Chile para conhecer dois dos modelos de automóveis que serão comercializados no Brasil.

Os executivos da agência rodaram três mil quilômetros com os modelos no Chile, Argentina e Brasil e produziram um documentário mostrando a aventura. Uma versão editada de 8 minutos está disponível na internet, no canal da Ogilvy no YouTube.

Aqui está o documentário “Ogilvy Brasil – JAC Motors – The 3239km Experience”, apresentado em 3 partes no YouTube:

Leia Mais

R/GA desembarca no Brasil por Mastercard

R/GA chega ao Brasil por MasterCard mas também buscará concorrências

09:28 A abertura do escritório da R/GA em Sao Paulo nesta 2a feira, sob o comando do diretor executivo de criaçao Paulo Melchiori e da diretora de produçao Paola Colombo, marca a chegada ao Brasil de uma das maiores agências digitais dos EUA – no ranking Agency Report 2010 do Advertising Age, a R/GA aparece em 11º com receitas de USD 122 milhoes – diz materia de hoje do Meio&Mensagem – “O foco da agência em seu 1o ano de mercado será na MasterCard, mas também buscaremos concorrências assim que tivermos construído nossas capacidades e nosso time local”, adiantou o CEO Bob Greenberg ao jornal. 05/05 Blue Bus

Leia Mais

Guia de Boas Práticas para Elaboração de uma Concorrência do IAB Brasil (download)

O IAB divulgou em evento na semana passada o Guia de Boas Práticas para Elaboração de uma Concorrência do IAB Brasil.

É o primeiro desta natureza do qual eu tenho notícia até hoje e a iniciativa me parece simplesmente extraordinária. Independente do quanto este guia vai ‘acertar’ ou ‘errar’ logo de saída, a discussão de boas práticas e a divulgação de guias como este para a orientação do mercado são fundamentais.

Aqui está o link para download.
Veja mais informações no site do IAB Brasil.

Leia Mais

Pãezinhos acabaram de sair do forno. Venham antes que acabem.

É mais ou menos o que diz o tweet vindo de uma padaria de Londres. O tweet é disparado automaticamente cada vez que uma fornada está pronta, através de um aparelhinho chamado BakerTweet, inventado pela Poke London. Para os donos da padaria, a solução é perfeita. Ajuda a vender rapidamente a produção no seu melhor, exatamente quando saem do forno.

Excelente uso o Twitter para impulsionar vendas. KPIs mais definidos do que isso, impossível. 🙂

Leia Mais