O segredo do sucesso dos apps? O bom e velho marketing

Continuando o que eu vinha argumentando no artigo “Getting down to business“, vemos este infográfico feito a partir de uma pesquisa da Apps-Promo.com sobre a realidade do sucesso financeiro das centenas de milhares de apps disponíveis na appstore. E a realidade é que apenas 12% dos desenvolvedores passam a barreira dos 50 mil dólares de receita e 59% dos apps não geram receita suficiente para pagar o seu desenvolvimento. Ainda assim, 41% se pagaram. Um número bastante bom. Mas e para realmente fazer dinheiro?

A dinâmica é simples. Com mais de 600 mil apps disponíveis (apenas na appstore do iTunes), conseguir se destacar na massa é algo muito desafiador. Além de um bom produto (app útil, boa interface e código, bem colocado em segmento pouco saturado), é preciso fazer que ele consiga chegar até as pessoas.

E para fazer chegar até as pessoas, não há nenhum grande segredo se não o ‘bom e velho’ marketing. Se preocupar com a comunicação do app trabalhando com bons screenshots e textos explicativos, presença em Facebook, página de apoio na Web, contato com sites de resenha, mas principalmente investimento em mídia.

Ainda segundo a pesquisa, os produtores dos apps que tiveram sucesso gastaram 14% do seu tempo e investiram 30 mil dólares em marketing.

O mercado pode ser novo, mas a dinâmica é a de sempre. Se você quer fazer seu produto chegar para as pessoas, dê atenção ao marketing e compre seu caminho até chegar a uma massa crítica básica de usuários. Depois disso, se o seu produto for bom, ele se encarrega do resto.


(Via Terence Reis)

Leia Mais

O incrível crescimento do Draw Something em um infográfico animado

Draw Something, o mais novo game para iOS e Android coqueluche do mercado criado pela OMGPOP, teve ascenção meteórica e já foi vendido para a gigante Zynga, por 200 milhões de dólares no começo desta semana. No infográfico da MBA Online abaixo, animado no estilo do próprio game, a história desta pequena revolução. (Via Blue Bus)

Created by MBAOnline.com

Leia Mais